Mudanças da Geração Y

A Boo-box, empresa de tecnologia em publicidade para mídias sociais, e a Hello Research, startup brasileira de inteligência de mercado, anunciam os resultados de uma pesquisa sobre o comportamento dos jovens adultos chamados de Geração Y. O estudo comprova mudanças no perfil dos jovens usuários de internet no Brasil.

O On-Target Hello Research trabalhou com mídia de performance, diversos níveis de segmentação, cruzamento de dados de maneira intuitiva e orgânica e método próximo às pesquisas presenciais. A proposta do estudo consistiu em avaliar se determinados fundamentos e conceitos sobre a Geração Y estavam de acordo com o seu padrão comportamental real.

O estudo foi realizado através de análise online, com entrevistas realizadas por meio de redes sociais como o Twitter e o Facebook, além de anúncios e banners. Cerca de três mil jovens da faixa etária entre 18 e 30 anos responderam o questionário, que contava com critérios de família, grau de independência, profissão, religião, atividade física, meio de transporte,iInternet, redes sociais, pirataria, privacidade, real versus digital e marcas na internet.

Entre os resultados, destacam-se os seguintes: a maioria dos jovens de até 25 anos são solteiros (87%), sendo que, de 25 a 30 anos, o percentual de casados passa de 13% para 32%. Mais do que a metade dos entrevistados ainda mora com os pais (67%), sendo que a proporção cai de acordo com o aumento da idade. Sites de notícias e blogs já são a principal fonte de informação de 53% dos jovens, mais do que telejornais, que são a principal fonte de 48%. Além disso, a rejeição a revistas e jornais nas classes A e B chega a 67%, enquanto 53% confiam em blogs. O tempo de navegação é de, em média, 31 horas por semana e a maioria das classes A, B e C acessam a internet em casa (74%) – as classes D e E utilizam LAN houses. O Twitter se posicionou como uma rede social de formadores de opinião e de jovens de classes sociais mais abastadas, sendo usado por 76% dos entrevistados de classe A. 57% dos jovens afirmam fazer downloads piratas com frequência, com predominância das classes A e B. Para 48% dos entrevistados, a melhor forma de decidir uma compra é conversar e escutar a opinião de amigos e parentes. Já para 65% dos usuários, é importante interagir com suas marcas favoritas e 16% usam as mídias sociais para acompanhar, curtir ou reclamar.

Fonte: Meio & Mensagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: