Posts Tagged pesquisa

40% da classe C viaja de avião e 17% já foram ao exterior

Ampliação do crédito abriu possibilidades da nova classe média brasileira consumir e reflete na hora de programar viagens. Meios de transporte e hospedagem são principais preocupações.

A possibilidade de consumo com a ampliação do crédito na classe C no Brasil reflete no lazer e meios de transporte que os consumidores escolhem na hora de viajar. Um estudo realizado pela Hi-Mídia e M. Sense indica que 40% da nova classe média brasileira já utilizou o avião como meio de transporte. O mesmo percentual é de 87% na classe A e de 65% na classe B.

Mesmo com aumento no número de viagens, a classe C avalia a condição financeira para escolha do destino e hospedagem: 28% optam por hotéis de três ou quatro estrelas e 48% acomodam-se na casa de familiares e amigos, forma mais econômica. As viagens internacionais também estão no foco dos novos consumidores e 17% já foram para fora do país alguma vez.

A Argentina é o principal destino na América do Sul, com índice de 6% entre os que já foram para o exterior. Os Estados Unidos aparece em segundo lugar, com 3% do total da classe. A terceira posição é ocupada pela França, com 1%. Outros destinos escolhidos são Paraguai, Uruguai, Espanha, Portugal, Itália, Chile e Alemanha. Para identificar o perfil do novo viajante da classe C, foram ouvidas 873 pessoas em todo país, entre os meses de abril e maio.

Fonte: Mundo do Marketing

Deixe um comentário

Como os brasileiros se comportam na web

Um estudo divulgado pela ExactTarget, empresa de soluções de marketing, aponta que 91% dos brasileiros que acessam a internet estão cadastrados em algum serviço de e-mail marketing. Este e outros dados fazem parte do relatório de pesquisa Digital Carnival produzido pela ExactTarget, que integra a série de estudos de Subscribers Fans and Followers. Mais de 1.400 brasileiros foram questionados em pesquisa que avalia o comportamento e suas interações com e-mail, Twitter e Facebook.

E-mail:
– 91% dos consumidores brasileiros online são cadastrados para receber pelo menos de um email-marketing
– 68% realizaram uma compra a partir de uma mensagem recebida via e-mail marketing
– 53% dos brasileiros estão mais propensos a comprar de uma empresa depois de se cadastrarem para receber o seu e-mail marketing

Facebook:
– 77% dos brasileiros que possuem conta no Facebook interagem com alguma marca na rede
– 42% dos consumidores do país (idades entre 25-44) já realizaram uma compra após receberem uma mensagem de marketing na rede social
– 41% dos brasileiros utilizam a rede com propósitos profissionais

Twitter:
– 26% dos brasileiros no Twitter interagem com alguma marca na rede social
– 58% dos usuários sempre leem os posts de suas empresas preferidas
– 53% dos consumidores do país estão mais propensos a recomendarem uma marca a um amigo após segui-la no Twitter

“A adoção das mídias sociais por parte dos consumidores brasileiros é, sem dúvida, uma das maiores que já vimos”, afirma Tim Kopp, diretor de marketing da ExactTarget global. “Considerando um alto engajamento nas redes sociais e mensagens de e-mail originando um grande volume de compras, os profissionais de marketing brasileiros têm à disposição infinitas possibilidades para criar reais experiências de marketing interativo, proporcionando um conteúdo relevante aos consumidores através de e-mail, Twitter e Facebook”, completa ele.

Fonte: Adnews

Deixe um comentário

Brasileiro reduz gastos e prioriza produtos com maior qualidade

É o que mostra uma pesquisa realizada pelo BCG (Boston Consulting Group) com 1.440 pessoas no País. De acordo com o estudo, por conta do alto endividamento, já está havendo uma diminuição no consumo, pois 56% dos consumidores ouvidos afirmaram que pretendem reduzir seus gastos nos próximos meses.

Os itens que mais endividam os brasileiros, segundo o BCG, são sapatos/roupas, carros e celulares/tablets. Para reduzir suas dívidas, os itens mais cortados pelos consumidores são os de consumo imediato, como lácteos, café e chá. Cosméticos também foram citados.

A pesquisa mostra também que, em algumas categorias, os consumidores começam a priorizar produtos com maior qualidade. Nos alimentos, por exemplo, já há uma demanda maior por frutas e vegetais frescos, em detrimento de comidas congeladas e industrializadas.

O levantamento feito no Brasil faz parte de um estudo mais amplo feito pela Boston Consulting Group, em 16 países.

Fonte: Supermercado Moderno

Deixe um comentário

Comunicação Eficaz #103

Para melhor visualização, clique na imagem.

Deixe um comentário

Metade das refeições será feita fora de casa até 2022

Quem afirma é Enzo Donna, diretor da ECD, consultoria especializada em Food Service. Segundo ele, daqui a 10 anos, metade das refeições das famílias brasileiras será feita fora de casa. O número é bem próximo da realidade atual dos Estados Unidos, onde 48% das refeições são feitas fora de lar.

Atualmente, cerca de um terço do orçamento das famílias brasileiras é gasto com refeições feitas fora de casa.

Segundo levantamento da ECD, até 2014 o mercado deve chegar a 70 milhões de refeições servidas por dia. No ano passado, desde o cafezinho até a refeição completa, foram servidas 63 milhões de refeições por dia. Para este ano, a estimativa é que o número chegue a 65,2 milhões.

Fonte: InfoMoney

Deixe um comentário

Comunicação Eficaz #100


Para melhor visualização, clique na imagem.

Deixe um comentário

Homens ricos impulsionam e-commerce

Um estudo recente da iProspect revela que os e-consumidores endinheirados estão impulsionado o e-commerce de luxo em diversos países do mundo. Segundo a pesquisa, atualmente existem mais de 18 milhões de homens ricos – definidos como maiores de 18 anos e com renda familiar superior a US$ 100.000 – pesquisando, comprando e gastando mais do que nunca em sites de comércio eletrônico.

40% dos consumidores entrevistados revelam comprar pela web ao menos duas vezes por semana, enquanto o gasto médio supera a marca de 30.000 dólares / ano. A grande maioria destes homens abastados (91 por cento) utilizam computadores ao menos duas vezes ao dia, enquanto 77 por cento têm um smartphone e 50 por cento têm um tablet.

“O velho ditado de que homens odeiam lojas está sendo abalado pela experiência digital”, diz Robert Murray, Diretor Executivo Global da iProspect.

O estudo também mostra que 71 por cento dos consumidores ricos do gênero masculino visualizaram anúncios através de computadores desktop e laptop, enquanto apenas um em cada três afirmam ter visto o mesmo em telefones móveis ou tablets.

Estes consumidores também realizam mais pesquisas na web quando comparados a compradores em geral. Na verdade, 96 por cento destes consumidores utilizam motores de busca para aprender mais sobre produtos, o que torna este canal importante para empresas que buscam se comunicar com este tipo de consumidor.

Fonte: E-Commerce News

Deixe um comentário

Older Posts »